Você está aqui: Página Inicial > Notícias > No Sul, Ministro divulga projetos da SMPE

Notícias

No Sul, Ministro divulga projetos da SMPE

Afif esteve em Porto Alegre, onde participou de encontros na Assembleia Legislativa e na Federasul.

A visita antecipa os debates que ocorrerão em todo o país sobre as mudanças na legislação do setor das micro e pequenas empresas que, segundo ele, precisam ser feitas até o final do ano.
publicado: 20/02/2014 11h46 última modificação: 23/07/2014 19h00
Tadeu Vilani / Agência RBS

O ministro Guilherme Afif esteve hoje em Porto Alegre, onde participou de encontros na Assembleia Legislativa e na Federasul. A visita antecipa os debates que ocorrerão em todo o país sobre as mudanças na legislação do setor das micro e pequenas empresas  que, segundo ele, precisam ser feitas até o final do ano. “Começo aqui pelo Rio Grande do Sul o meu périplo nacional. Já estão programadas pela Câmara e pelo Senado dez audiências públicas por todo o Brasil com a representação das bancadas federais de todos os estados para que possamos nos debruçar sobre o primeiro projeto, o ‘Simplificando o Simples’”.

Além do projeto de simplificação, durante o III Café da Manhã da Frente Parlamentar das Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Sul Afif detalhou as outras medidas a serem tomadas para melhorar o ambiente de negócios no Brasil, entre elas a questão das restrições para empresas entrarem no Simples, a implantação do Balcão Único e a substituição tributária. O ministro também criticou a “via sacra” a que as MPEs são submetidas pela burocracia, e o quanto isso prejudica a posição e imagem do Brasil no exterior. “A burocracia não deixa as empresas entrarem no sistema internacional. Para mim, comércio internacional é livre comércio de micro e pequena empresa”, disse.

“Temos o Rio Grande do Sul unido em torno das propostas da Secretaria da MPE. O Ministério está aberto para receber todas as sugestões, ideias e demandas, porque eu represento dentro do governo federal o pensamento dos micro e pequenos empresários do Brasil através das entidades que estão unidas conosco nesse movimento”.

registrado em: , ,